Vereadores votam acesso à Tribuna Legislativa.

0
62
Ednei Carreira

A discussão politica na Câmara Municipal de Botucatu está a cada dia que passa sendo relevada a segundo plano.

A nova Câmara Municipal vai votar nesta segunda-feira, 24, projeto de Resolução da Mesa 001/2017 de autoria dos vereadores José Fernandes (PSDB), Laudo Gomes da Silva (PP), Ednei Carreira (PSB) e Izaias Colino (PSDB), alterando a redação dos parágrafos primeiro e segundo e revogando o paragrafo terceiro do artigo 133 do Regimento Interno.

Essa resolução acaba com a inscrição do vereador interessado em debater ou se pronunciar sobre determinando assunto e transforma o acesso à Tribuna Legislativa, eliminando a inscrição prévia e implantando acesso pela ordem nominal.

Vai ser igual a chamada de aula do ensino médio. 

O projeto de Resolução nº 01 de 30 de março de 2017

“Altera a redação dos parágrafos 1º e 2º e revoga o § 3º do art. 133 do Regimento Interno da Câmara Municipal de Botucatu”.

Art. 1º Altera a redação dos parágrafos 1º e 2º e revoga o § 3º do art. 133 do Regimento Interno da Câmara Municipal de Botucatu:

“Art. 133 . . . § 1º Os Vereadores terão assegurada sua inscrição em livro próprio, em ordem alfabética, em forma de rodízio e terão a palavra pelo prazo máximo de 15 (quinze) minutos, para tratar de assuntos de interesse público, de livre escolha.

§ 2º O livro com as inscrições dos Vereadores será elaborado pela Secretaria da Câmara Municipal, devendo seguir a mesma ordem alfabética do livro de chamada e sofrerá um rodízio continuado para a Sessão Ordinária seguinte, onde o primeiro inscrito será o Vereador que teria direito a fala após o último orador da sessão anterior”.

Art. 2º Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação. Plenário “Ver/ Laurindo Ezidoro Jaqueta”, 30 de março de 2017

SEMANA DO HIPERTENSO

O professor Edson Ramos de Siqueira, representante da Associação Botucatuense de Assistencia ao Hipertenso vai utilizar a Tribuna Livre para explanar sobre a campanha de combate à hipertensão arterial 2017, conforme legislação municipal, que mobilizou grande quantidade de entidades do Municipio, Unesp, Famesp. Fundação Uni, faculdades, entre outras.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.