20 Minutos de bombas e tiroteio: Bandidos atacaram Pilar do Sul, roubando e explodindo bancos

0
55
Um dos bancos atacados em Pilar do Sul. Ladrões tocaram o terror por mais de 20 minutos na cidade | foto jornal Cruzeiro do Sul| Luiz Setti
Leia também:
|| A origem da insegurança está no “Sechium edule”
|| Bandidos tentaram explodir caixa na Vila dos Lavradores

Quem mora nas pequenas cidades da região de Sorocaba, Botucatu e Bauru (entre outras) já sabe bem o que viveram os moradores da cidade atacada pelo comando do PCC no Paraguai.

Para ficar em dois exemplos: No ultimo final de semana, em Pilar do Sul, (proximo a Sorocaba), bandidos atacaram dois caixas eletronicos de duas das tres agencias bancárias da Cidade e deixaram o municipio sem dinheiro. Há algum tempo em Conchas, um PM (do Batalhão de Botucatu) foi morto no enfrentamento com esses bandidos.

Em Pilar do Sul, dos três bancos atacados pelos criminosos (Bradesco, Banco do Brasil e Santander), apenas o Bradesco conseguiu operar na segunda-feira, graças ao caixa eletrônico que ‘foi poupado’.

Os moradores revelam que estão precisando viajar para cidades vizinhas para realizar pagamentos, receber salários e fazer saques, já que tudo foi destruído com bombas e disparos de armas de grande poder de fogo.

Os bancos, como sempre, não revelaram o valor roubado pelos marginais.

O crime mobilizou 20 pessoas armadas e sete veiculos foram usados no ataque realizado às 3h30 da madrugada do ultimo final de semana. Um veiculo identificado Fiat Strada foi localizado na zona rural de Piedade, proximo a Pilar do Sul.

Durante a fuga os bandidos trocaram tiros com os policiais militares de Salto de Pirapora (cidade vizinha), acionada pelos moradores de Pilar do Sul.

Ninguém ficou ferido e a PM não prendeu os bandidos. Segundo os moradores as explosões e a troca de tiros com os policiais duraram cerca de 20 a 30 minutos.

A DIG de Sorocaba está investigando o crime. A unidade especial de bombas da Policia Civil, o GATE foi acionado para verificar se não sobraram explosivos dentro das agencias.

Os ataques tiveram impacto direto na economia da cidade. As vendas no comercio caíram, além do sentimento de insegurança.

Na mesma época, em abril de 2016, uma das agencias foi atacada por criminosos que explodiram três caixas eletrônicos e danificaram um cofre de banco.

 

A ORIGEM DA INSEGURANÇA ESTÁ NO “SECHIUM EDULE”

Os moradores de Conchas e Pilar do Sul dizem corretamente o que motiva os ataques dos bandidos. É que a Secretaria de Segurança Pública vem reduzindo há anos, os servidores da Policia Militar e Policia Civil nessas cidades.

Para se ter uma idéia, os poucos delegados de Botucatu estão fazendo rodizio em cidades da região para atender a demanda de falta de efetivo. O Governo de Geraldo Alckmin não tem substituído como deveria os servidores públicos da Secretaria de Segurança que se aposentam ou morrem no serviço.

Em Botucatu, por exemplo, há anos a Secretaria de Segurança Publica do Estado vem prometendo construir um IML – Instituto Médico Legal. As promessas estão constantemente sendo renovadas, como renovados são os frutos da parreira de “Sechium edule” uma hortaliça-fruto conhecida na região como chuchu.

(com informações do Jornal Cruzeiro do Sul e TV Tem)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here