Manoel Leme, presidente do Sindicato dos Servidores Municipais |Foto Sidney Trovão

O Sindicato dos Servidores Publicos Municipais de Botucatu protocolou nesta terça-feira, 24, a pauta de negociação salarial com a Prefeitura de Botucatu, reivindicando um reajuste salarial de 8% e uma série de melhorias no “vale compras”.

Segundo informou o presidente da entidade sindical, José Manoel Leme, a correção salarial proposta é referente ao índice inflacionário acumulado nos últimos 14 meses, de 5,22% e mais 2,78% em caráter de redução das perdas acumuladas, totalizando 8%, na data base de 2017.

A pauta dos servidores reivindica o mesmo índice de 8% para a correção do Vale Compras Alimentos. Além disso o documento protocolado pede que o Executivo amplie a aceitação dos estabelecimentos comerciais do Vale Compras, priorizando as grandes redes como Supermercado Jaú Serve, Pão de Açúcar, Tenda e a Rede Confiança que está prestes a inaugurar loja em Botucatu.

A entidade pede ainda a regulamentação da progressão funcional (Lei 911 de 13 de dezembro de 2011), estabelecendo prazos para a demanda de ‘extrema importância para a valorização funcional e a qualidade motivacional’ dos nossos servidores.

Outro encaminhamento solicitado é firmar no Sindicato termo de conduta para nomeação de servidores de carreiras em funções gratificadas. A proposta é acima de três anos após ingressar na carreira publica municipal, além criar um sistema de avaliação para a vacância do cargo, evitando injustiças aos servidores

Novamente foi proposta pela diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais criando um subsídios para incentivar os servidores a se capacitarem através de cursos universitários, pós-graduações, profissionalizantes, palestras, seminários, etc, conforme previsto no Artigo 131 da Lei Complementar 911 de 13 de dezembro de 2011.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.