DEM, PSDB, PSB e PSC são os partidos que lideram as candidaturas para as eleições suplementares em Itatinga, no próximo dia 2 de julho, para escolher o novo prefeito da cidade.

O cargo está sendo ocupado interinamente pelo presidente da Câmara devido a impugnação dos votos e candidaturas dos mais votados na eleição de 2016, com base na Lei da Ficha Limpa.

“A realização de nova eleição atende à decisão do Tribunal Superior Eleitoral que indeferiu, em definitivo, o registro de candidatura de Ailton Farias. embora estivesse com registro indeferido desde a primeira instância, Faria obteve a maioria dos votos válidos nas eleições municipais de 2016”, esclareceu o TRE-SP.

Segundo o Cartório Eleitoral de Botucatu, aguardam deferimento dos registros os seguintes candidatos:

Diego Batista, 20-PSC, da Coligação Juventude e Experiência a Serviço de Itatinga. Solteiro, nascido em 1987, em São Paulo, é Servidor Municipal. Seu vice é Zelão do Monte Verde do PRP.


José Geraldo Celestino de Oliveira, 45-PSDB, Juntos Somos Mais. Casado, curso superior completo, nascido em 1966 em Itatinga, é servidor municipal e lidera a coligação com o PPS/PDT/SD e PTN. O vice é Valdemar do Mercado do PPS.


Jeremias, Aparecido Borba Soares, 40-PSB. Casado, ensino médio incompleto, nascido em Itatinga em 1961, é motorista. O vice é Cesar Rocha-PSB.

 


João Bosco, 25-DEM, da Coligação “Aqui seu voto vale”. Casado, com ensino médio completo, nascido em Turvolândia, em 1966. Bosco agrega os partidos: PRT/PT/PMDB e PTB. O vice é Biguá, que já disputou eleições para prefeito pelo PT.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.