Sem terras ocuparam área na região do Fórum de Botucatu neste sábado

0
607
Militantes do MSL
O Movimento Social de Lutas, ocupou uma área de terra na região do Jardim Riviera, na região do Fórum de Justiça de Botucatu. A ação foi pacifica e foi acompanhada pela Policia Militar.
Segundo divulgaram as lideranças do Movimento Social de Lutas, a área ocupada na manhã deste sábado, 15, permitirá o assentamento de dezenas de famílias. O MSL informa que já tem 35 famílias cadastradas para o futuro assentamento.
O proprietário da terra informou que fez Boletim de Ocorrência de preservação de direito registrado pela PM, que a área ocupada tem aproximadamente 3 algueires. A pessoa identificada como proprietário não revelou o nome. A PM orientou o cidadão a reunir a documentação da área para requerer a saída dos sem terras do imóvel.
A pessoa que se apresenta como dono da áerea afirmou ao site Noticias.botucatu, que a área não estava abandonada e é devidamente registrada em cartório. Foi revelado  ainda que a área estava sendo negociada com construtoras para empreendimentos imobiliários.
O MSL informa que a área foi ocupada pelo atual detentor da terra há cerca de 20 anos e não estaria cumprindo com a função social da terra e estaria aguardando o melhor momento para especulação imobiliária ou loteamento.
O MSL tem alguns acampamentos na região. Em Itatinga os sem terras esperam a posse de uma gleba de terra e em Botucatu há um acampamento na região do Distrito Industrial, proximo às fábricas da Caio Induscar.
O MSL foi criado em dezembro de 2015, a partir de uma dissidência da Frente Nacional de Luta (FNL), do ex-MST José Rainha, e atua em diversas cidades brasileiras. Na região o Movimento Social de Luta tem militantes em acampamentos em Botucatu, Itatinga, São Manuel, Bauru, entre outras.
A maioria das pessoas que reivindicam a posse da terra, conforme previsão constitucional, quando não há produtividade da terra ou é usada para especulação, são de Botucatu e cidades da região.

(com o site noticias.botucatu)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.