Residencia de Bendine no centro de Conchas-SP | Imagem de video do Estadão
O ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobrás, Aldemir Bendine, estava residindo em Sorocaba havia quatro anos (2013), em um condomínio de alto padrão no bairro Campolin.  Bendine também trabalhou na agência do Banco do Brasil em Conchas-SP, onde a família do executivo tem propriedade.
Bendine morou por mais de dez anos em Conchas, onde iniciou carreira no Banco do Brasil e tinha vida discreta, segundo os moradores da cidade. O executivo teria sido nomeado para a presidência da Petrobrás para combater a corrupção e foi o responsável pelo crédito popular do Banco do Brasil.
De acordo com informações divulgadas pelo Jornal Cruzeiro do Sul, o executivo gostava de almoçar nos finais de semana em um restaurante de comida portuguesa, no bairro Mangal, de Sorocaba.
O ex-presidente do Banco do Brasil é natural de Paraguaçu Paulista, no oeste do Estado, mas passou a residir em Sorocaba com a esposa Silvana para acompanhar o estudo das filhas. Uma cursa medicina Pontifícia Universidade Católica (PUC-Sorocaba). A outra formou-se em direito, em 2013, pela Universidade de Sorocaba (Uniso)..
Bendine – também conhecido pelo apelido de Dida, como Marcelo Odebrechet se referia a ele  – estava com passagens compradas só de ida para Portugal. A Policia Federal trabalha com a hipótese de ele seguir para Itália, apos chegar ao continente Europeu. Bendine tem cidadania italiana e é acusado de ter recebido propina de R$ 3 milhões da Odebrechet.
O advogado de defesa do executivo nega essa versão e diz que ele já tinha comprado a passagem de volta e que vai apresentar o documento para tentar liberar o cliente da prisão determinada pela promotoria da Lava Jato.
A informação sobre a prisão do executivo pela Lava-jato repercutiu intensamente em Conchas, onde os comentários da rede social. As opiniões se dividiam em ironias como ‘quem diria Conchas na Lava-jato”, até criticas ao executivo. “Tem que ser preso mesmo. Todos os corruptos na cadeia”.
Veja video do jornal O Estado de São Paulo sobre a residencia de Conchas, logo após a nomeação do executivo para a presidência da Petrobrás:

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.