Prefeito reivindica 500 casas para região Leste ao Ministério das Cidades

0
415
Prefeito Mário Pardini (PSDB)
A Prefeitura de Botucatu está reivindicando a construção de dois novos conjuntos habitacionais na região Leste, próximo à COHAB II. Na terça-feira à noite (18h30) o prefeito Mário Pardini, acompanhado pelos secretários José Carlos Broto (Habitação) e André Godinho (Comunicação), estiveram no gabinete do Ministro das Cidades, Bruno Araújo, acompanhados pelo deputado Federal Milton Monti (PR), que agendou o encontro.
Pardini explicou na manhã desta quarta-feira, 13, em entrevista na Rádio Clube FM, que o município tem uma área ao lado da COHAB II e que no local pretende construir dois núcleos habitacionais com 250 habitações cada.
“Desejamos construir quinhentas casas pelo Projeto Minha Casa Minha Vida, financiado pela Caixa Econômica Federal na região Leste de Botucatu, na faixa 1, que tem o custo de prestação mais baixo. Na área ao lado da COHAB II, na região Leste de Botucatu dá para construir dois núcleos de 200 ou 250 moradias cada”, informou.
Apesar da boa vontade e empenho do prefeito  e sua equipe de governo, a conquista dessas novas habitações poderá esbarrar no limite financeiro contingenciado pelo Governo de Michel Temer e Ministro Henrique Meirelles, pois houve um corte dramático nesse orçamento.
“Fizemos o pedido, mas o Ministro nos informou, até em tom de lamento, o corte de orçamento nessa faixa 1. Hoje a verba que existe é de aproximadamente 20 casas por cada município do Brasil. Mas em todo caso, com apoio do deputado Milton Monti, vamos apresentar o nosso pedido e ver quantas casas conseguimos”, afirmou.
O prefeito e o secretário de Habitação entregaram os documentos necessários para protocolar o pedido, disputando a verba existente. “Quantas forem liberadas vamos construir, pois faz parte de compromisso de campanha que eu fiz com a população”.

PODER PÚBLICO E INICIATIVA PRIVADA INVESTIRAM
E AINDA INVESTEM NA HABITAÇÃO EM BOTUCATU

Nos últimos anos houve alto investimento publico e privado no setor habitacional em Botucatu.
Só em habitação para renda salarial familiar de 0 a 5 salários mínimos, com financiamento da CEF, no programa Minha Casa Minha Vida, foram construídas na gestão do ex-prefeito João Cury (PSDB), cerca de 4,2 mil casas e apartamentos, que foram entregues no setor sul e oeste. O ex-prefeito contabilizou uma casa a cada dois dias de governo em seus oito anos de mandato.
No momento, na faixa até 3 salários mínimos a Prefeitura está aguardando a conclusão das moradias do Conjunto Paratodos, no setor leste de Botucatu.
Todos os conjuntos habitacionais foram ou serão entregues com infraestrutura de vias pavimentadas e abastecimento de água e energia, além de equipamentos sociais como escolas e postos de saúde nas proximidades.
O setor privado também aproveitou o crédito criado pelo Governo Federal de Dilma Rousseff, na Caixa Econômica Federal e desenvolveu projetos para outras faixas do projeto de habitação para classes sociais com rendimentos acima de cinco salários mínimos.
Foram construídos ou estão em fase de conclusão cerca de vinte prédios de apartamento e até condomínios fechados com financiamento de bancos privados e públicos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.