Pais apontam problemas em escola Armando Salles de Oliveira.

0
230
Escola sofre com depredações | Foto Blog da escola
Salas de aulas com vidros quebrados, sem cortinas e banheiros sem trincos e papel higiênico. Esses são alguns problemas que alunos da Escola Estadual Armando Salles de Oliveira, no Jardim Peabiru estão enfrentando há algumas semanas, conforme reclamaram pais de alunos em veiculos de comunicação na cidade.
“Com esse sol forte, os alunos que estão em carteiras próximas às janelas sofrem com a exposição ao sol e ao calor, já que não tem cortinas nas salas de aulas. Quando os alunos decidem trocar de carteira para evitar queimaduras os professores reclamam”, informou uma mãe de aluno na Radio Clube FM. Outro problema apontado são os vidros quebrados. Quando chove entra água nas salas.
Os banheiros da Escola Estadual também apresentam problemas. Foi relatado na emissora que no período da tarde não tem papel higiênico no banheiro para uso e as alunas são obrigadas a irem ao banheiro para suas necessidades acompanhadas.
“Minha filha contou que está faltandop papel higiênico e elas sempre vão em duplas, já que os banheiros não tem fechadura. Enquanto uma usa o banheiro a outra cuida da porta”, relatou a mãe.
A assessoria de imprensa da Secretaria de Educação informou que o papel higiênico é colocado todos os dias no período da manhã, mas alguns alunos e alunas acabam fazendo mal uso do produto, chegando a jogar o material no vaso sanitário dando descarga, provocando também entupimentos da rede de esgoto.
Também informou que a falta de cortinas e vidros quebrados foi devido a atos de vandalismos de pessoas desconhecidas, que há algum tempo quebraram alguma vidraças da escola e arrancaram a cortina colocando fogo.
A Secretaria de Educação se comprometeu em encaminhar um pedido de verificação das reclamações para a Diretoria Regional de Ensino apontando as necessidades da escola para providenciar os reparos necessários e normatizar o serviço.
Pais e mães de alunos da escola relataram que uma pessoa da Diretoria de Ensino esteve na escola fotografando os banheiros e trincos, salas de aulas com vidros quebrados e sem cortinas para providencias, na ultima quarta-feira.

BANHEIRO DA ELDA MOSCOGLIATO

Também ocorreu reclamação contra uma escola municipal nesta semana. Após a realização dos Jogos Jurídicos, no último final de semana, pais de alunos da Escola Municipal Elda Moscogliato, reclamaram de banheiros destruídos prejudicando alunos na segunda-feira. “Os alunos destruíram os banheiros e as descargas”, informou uma mãe.
O Secretário Municipal de Educação, Valdir Paixão informou que apenas um banheiro da escola teve problema e que foi consertado ainda na manhã de segunda-feira, dia 11.
“Muitos estudantes de direito ficaram hospedados em escolas do município e em uma ou outra teve problema de vandalismo. Na escola Elda Moscogliato o problema foi resolvido na manhã de segunda-feira. Todas as escolas foram limpas para o retorno das aulas na segunda-feira, dia 11”, informou.
Paixão revelou ainda que os dirigentes das Atléticas das Faculdades de Direito que estiveram em Botucatu assinaram um cheque caução para cada uma das escolas em que estiveram hospedados e que um desses chequyes foi usado. “No caso da Escola Moscogliato o reparo foi consertado com dinheiro desse cheque caução”.

(com informações da rádio Clube FM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.