Política, ensino, coxinhas, estradas, comunas – Segredos e Bastidores

1
92
ARIANO SUASSUNA| FOTO - FELIPE RAU/ESTADÃO

A tarefa de viver é dura, mas fascinante

Ariano Suassuna

 

Peso
O ex-prefeito João Cury Neto afirmou em nota distribuída à imprensa e em um vídeo, que tirou o peso das costas, em relação a denuncia do Ministério Publico que o denunciou além de Narcizo Minetto e a empresa Sangari. Quem conversou com João Cury nos últimos dias afirma que até a voz está mais vibrante.

 

Liderança
O episódio da sentença judicial julgando improcedente a denuncia do Ministério Publica mostrou que Cury, embora distante de Botucatu, por conta de sua atuação na FDE, vem mantendo respeito das lideranças na cidade, como Mário Pardini e Izaias Colino que se manifestaram na rede social.
Foto- Facebook/arquivo pessoal
Pé frio ou sortudo
João Cury fez lavagem cerebral na filha e filho e ambos torcem pelo SPFC, igual ao pai. No último final de semana o ex-prefeito levou a criançada ao campo para ver o show que o jogador corinthiano Clayson (de Botucatu) fez contra o time do coração sãopaulino, no empate de um a um. Foi o primeiro gol de Clayson no Corintians. Restou a alegria pelo empate do são paulo, levar filhos ao campo de futebol no time preferido dos três, e comemorar pelo esportista botucatuense, do Corinthians, fazendo o primeiro gol no time das multidões.
Arquivo pesosal /facebook
Fotos do Godinho
As funções de Secretário de Comunicação na Prefeitura de Botucatu privaram os amantes de fotografia do talento de André Godinho. Enquanto atuava na TVTEM e posteriormente na TV Legislativa de Bauru ele encontrava tempo para mostrar verdadeiras obras de arte. Agora vez por outra e de vez em quando, ele publica uma imagem em seus perfis na rede social.
Trovão
Outro que esta fora da comunicação é o fotografo Sidney Trovão. Recentemente ele publicou uma linda imagem do por do sol, na recém-inaugurada Rua D. Zioni. Aliás, quem não desejar ir até o morro de Rubião para ver o por do sol, pode sentar na calçada dessa via no centro da cidade e esperar a estrela acordar o oriente.
Foto Arquivo pessoal/Instagram
Comunas
Os comunistas do PCdoB estão tristes com a saída de Aldo Rebelo do partido e adesão ao PSB. Aldo se relaciona com os comunistas de Botucatu desde o final dos anos 1970, quando era presidente da UNE. Em 1982, Rebelo, embora fosse candidato a vereador na Capital, esteve em Botucatu, representando o PCdoB e foi um dos destaques, em um enorme comício na cidade de São Manuel, quando se elegeu pela primeira vez Milton Monti e Franco Montoro. Em Botucatu, no Paratodos, para um comício com mais de 5 mil pessoas; ele, Jamil Cury, Armando Delmanto, (que prestigiou também na inauguração de um comitê eleitoral na rua Curuzu, meses antes), o ex-senador (então candidato) Almino Afonso, o candidato e futuro governador Franco Montoro que fizeram os discursos mais emocionados.
Saci e ‘raloin’
Aldo Rebelo ajudou a alavancar a historia do saci, combatendo o ‘raloin’ americano. Quando Wilson Nakamoto, ex-secretário de Cultura na gestão do PT incluiu tal personagem do folclore como ‘criado’ em Botucatu junto com os criadores da ANCS – Associação Nacional dos Criadores de Saci, o ex-ministro, então deputado federal chegou a fazer pronunciamento na Câmara Federal, em Brasília, sobre o tema da cultura brasileira. Semanas depois o falecido e premiado jornalista Ivan Lessa, da BBC, fez uma crônica (no link) que ajudou a popularizar o saci de Botucatu…
Mandioca
Quando o Cerat-FCA-Unesp ainda estava dando os primeiros passos, Aldo Rebelo esteve na cidade e participou de encontros para popularizar o uso dessa raiz e o amido da mandioca. Ele chegou a tomar cerveja de mandioca e disse que era uma ‘delicia’. Nessa mesma visita participou do lançamento de um livro com poesia que escreveu para  Associação dos Poetas e Escritores de Botucatu, dirigida por Jenifer Donidas.
Fesmurp e Praça
Ministro da Cultura, Aldo Rebelo destinou recursos para patrocinar o Festival de Musica Raiz de Pardinho, junto com o Sindicato Rural da cidade e Prefeitura, na gestão de Francisco Rocha. Depois quando era ministro dos Esportes, contribuiu com a construção de projetos esportivos em Botucatu como o Parque da Juventude na Cohab I e outras iniciativas, em parceria com a Prefeitura.
Coxinha X Mortadelas
Se a divisão politica brasileira entre coxinhas e pão com mortadela estiver na ordem do dia, Mário Pardini é mais petista que tucano. Na entrega da primeira fase da Nova Gastão Dal Farra, ele agradeceu aos funcionários municipais com pão e mortadela, além de refrigerante. Alguém disse que isso era influencia de André Peres, filiado ao PCdoB, mas no governo juram de pés juntos, sem figa, que o cardápio do café da manhã foi definido por Pardini. Então Pardini não é coxinha!

Nova Gastão Dal Farra

Essa é a nova Gastão!#NovaGastão #VamosTrabalhar #Botucatu

Pubblicato da Pardini su Venerdì 15 settembre 2017

Lagoa x Represa
Um grupo de assessores e secretários conversando sobre a futura represa para captação de água de Botucatu, no Véu de Noiva, falaram sem querer (querendo) que era preciso dar andamento à criação da lagoa. Pardini gesticulou – como maestro, olhou meio de canto, pensou um pouco, deixando aquele silencio no ambiente que foi quebrado com Pardini explicando  claramente a diferença entre ‘lagoa’ e ‘represa’: ‘Lagoa’ é onde tem sapo, ‘represa’ não tem sapo. Diferenças esclarecidas seguiu a reunião, sabendo todos onde cria sapo é uma coisa; onde não cria sapo é outra coisa..
Celular
A Rua Amando de Barros, ao menos no trecho de calçadas largas deveria ter placas de sinalização dizendo. Se caminhar não use celular. O que tem de gente distraída batendo peito e cabeça em via publica por conta de distração na tela negra dos smartphones, não é brincadeira. O pior é que o distraído acha quem não está com celular na mão, é quem deveria tomar cuidado. E não dá, pois quase todos andam de cabeça baixa e um de lado do outro…
IB E O ENSINO
Assim como a Faculdade de Medicina, em governo após governo, cedendo profissionais para comandar a Saúde de Botucatu, o Instituto de Biociências da Unesp, há mais de 15 anos vem cedendo seus profissionais para comandar o ensino municipal. Logo em seguida vem a Etec Industrial de Botucatu.
BORGES, PAIXÃO E SAGLIETTI
Na gestão do ex-prefeito Mário Ielo (PT) quem comandou a educação foi Gilberto Borges. No governo de Mário Pardini entrou, há dois meses, o professor Valdir Paixão. Em São Manuel, desde o início do ano comanda a Diretoria de Ensino Municipal, o professor José Roberto Saglietti, ex-diretor do IB de Botucatu e ex-assessor da Reitoria.
FÍSICA MÉDICA
No início de outubro vai acontecer no Parque Tecnológico, um congresso estadual de Física Médica. Mais de 200 profissionais dessa área são esperados. O curso de Física Médica do IBB-Unesp de Botucatu foi instalado na gestão do professor José Roberto Saglietti, que fez o bom combate no âmbito interno do campus de Botucatu e na Reitoria.
Foto Prefeitura São Manuel
TECNOLOGIA EM SAÚDE
Atualmente 40 profissionais se formam por ano em Botucatu e atuam com tecnologia e inovação na área de saúde humana e animal. O curso foi oficializado em 2006.
COISA NOVA
De hábito simples, apreciador de boa musica, José Roberto Saglietti revela que apesar do conhecimento em gestão de educação, está se deparando com inúmeros desafios relacionados a transporte, merenda e políticas públicas de ensino. Como bom sãomanuelense ele pretende elevar a qualidade do ensino da comunidade.
MATEMÁTICA
Um dos primeiros passos nesse sentido foi uma parceria com o Instituto Embraer, dirigido por outro guerreiro do ensino, o professor Renato Augusto, ao implantar um polo de ensino de matemática em uma escola de bairro de São Manuel.
Foto – Facebook / Arquivo pessoal

 

KHAN ACADEMY
No último dia 16 de setembro houve encontro em Botucatu para atualização no projeto ‘Alfabetização Matemática’ com mais de 80 professores de Botucatu, Pratania, São Manuel entre outras escolas da região, liderado pelo Instituto Embraer Casimiro Montenegro Filho. Saglietti rasgou elogios à parceria.
FACIOLI
O Jornalista Erick Facioli defendeu tese sobre cobertura da imprensa no debate sobre a mortalidade infantil. Ele pesquisou diversas reportagens da Folha de São Paulo e fez uma análise crítica das formas de abordagem crítica e informativa da publicação, sob orientação da professora-doutora Cristina Maria Garcia de Lima Parada, docente no curso de enfermagem da Faculdade de Medicina. “A taxa de mortalidade infantil é indicador para refletir o desenvolvimento do Brasil”, sustentou o docente de jornalismo em Avaré e ex-candidato a prefeito pelo PT de Botucatu.
Foto – site Noticias.Botucatu

 

1 COMENTÁRIO

  1. Haroldo, bom dia. A sua participação profissional e a colunas editadas por V estão dando oportunidade aos leitores de ‘registrar assuntos de real interesse. Sem ceder à tentação dos elogios recorrentes, e sem transgredir aos bons e éticos postulados do jornalismo, os seus textos cumprem a missão de informar a população objetivamente.
    fernando hossepian

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here