ATAQUE NA REGIÃO: Quadrilha levou mais de R$ 300 mil de bancos em Pardinho

0
1305
Arma, munição, celulares encontrados pelas policias | Foto Divulgação PM

LEIA TAMBEM: ARMA APREENDIDA É EQUIVALENTE AO FUZIL M16

Segundo informações da Policia Civil, a quadrilha que atacou os bancos Santander e Bradesco em Pardinho, na madrugada de domingo, levou mais de R$ 300 mil em notas de vários valores. A Policia Civil calcula que foram levados do banco Santander cerca R$ 200 mil e do Bradesco, algo em torno de R$ 120 mil.
Os ataques da quadrilha em Pardinho começaram por volta das 2h30 da manhã. Os bandidos estavam fortemente armados e equipados com muitos veiculos para dificultar a prisão e facilitar a fuga dos membros da quadrilha.
Dois veículos com placas dubles em São Paulo e São Bernardo do Campo, foram encontrados e apreendidos. Esses veículos estão sendo periciados para saber se foram roubados ou cedidos.
Moradores da Pardinho contaram que ouviram diversos tipos de disparos e explosões. “Dava para diferenciar disparos com fuzis, metralhadoras e pistolas. As explosões com dinamites foram mais ou menos seis”, contou um morador de Pardinho ao site Botucatuonline.
Leia aqui mais sobre o ataque em Pardinho
Na fuga para Botucatu, em uma estrada vicinal, os criminosos derrubaram árvores para impedir a perseguição das forças policiais, especialmente a Força Tática da PM que assumiu a caçada aos bandidos.
Na manhã desta segunda-feira (6) foi anunciada a prisão de dois suspeitos, um de Pardinho e outro de Botucatu. Ambos são conhecidos por roubos. Uma mulher, namorada de um dos criminosos, deve ser indiciada pois em seu celular foi encontrado conversas sobre o andamento do assalto em Pardinho.
“Os dois suspeitos negaram a participação no crime, mas com certeza o fuzil apreendido pela PM indicará a ligação”, informou o Delegado Seccional Antonio Soares da Costa Neto.
O Seccional informou ainda que na tarde de hoje uma equipe da Policia Civil retornou às propriedades onde os suspeitos foram presos e encontrou outro celular dos acusados do ataque.
“A Policia Civil encontrou e apreendeu um celular que seria do maior suspeito do crime em Pardinho. Estamos trabalhando para identificar o restante da quadrilha”, informou Dr Antonio Soares.

Um dos fuzis apreendido na manhã desta segunda feira,6, o calibre AR 556 é equivalente ao rifle tático automático M16, usado por forças armadas dos Estados Unidos, Brasil e diversos países do mundo. Nos Estados Unidos essa arma para civis está sendo vendida a R$ 670 dólares.
Esse armamento tem capacidade de 30 disparos por pente (nos EUA). No Brasil armamento semelhante é usado nas Brigada de Operações Especiais, Brigada de Infantaria Paraquedista e as Brigadas de Infantaria de Selva do Exercito Brasileiro. A Marinha Norte Americana usa esse modelo de fuzil.
Equipamento pesa algo em torno de 2 kg. O fuzil 556 dispara de forma semi-automática e tem fogo automático em rajadas.
Trabalho da Policia Cientifica da Secretaria de Segurança Publica identificou no ataque à unidade da Polícia Militar de Pardinho, capsulas de fuzis 380 e 556, o que demostra o poder de fogo equivalente ao de forças regulares de exércitos nacionais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here