‘Patrulha Maria da Penha’ da GCM faz ação de conscientização no Caimã

0
121
Os guardas civis municipais Cintia e Belo, do Programa Maria da Penha estiveram no Residencial Caimã, onde participaram de uma ação desenvolvida pelo Conselho Municipal de Políticas Públicas Para Mulheres com apoio Assessoria Municipal em Políticas Inclusivas.
O evento contou com a participação de mulheres e crianças da região, que receberam orientações sobre saúde, meio ambiente e segurança familiar.
Os guardas informaram e orientaram as duvidas da comunidade sobre o Programa “Patrulha Maria da Penha” que atende vítimas de violência doméstica e que solicitam as medidas protetivas previstas em lei contra seus agressores, na maioria das vezes, esposo, amasiado, vizinho, patrão, empregado, entre outros.
Depois que a mulher registrar o boletim de ocorrência junto à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), o caso será encaminhado à equipe da Patrulha Maria da Penha.
A guarnição, composta por dois guardas civis municipais, Cintia Ribeiro e Thiago Belo, farão entrevistas com a vítima e agendará rondas constantes próximas à residência, trabalho e locais mais frequentados pela pessoa vitimada por violência doméstica.
O crime de violência doméstica é a ilegalidade de maior incidência atendido pela equipe da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) que tem como titular a delegada Ana Paula Theodoro Bengozi.

GCM ATENDEU 1,3 MIL CASOS DE VIOLÊNCIA

Somente a GCM, durante o ano 2017, até o novembro, já atendeu a mais de 1.300 ocorrências de mediação de conflito envolvendo violência doméstica e prendeu 33 pessoas pela Lei Maria da Penha.
A Patrulha atenderá vítimas de violência doméstica que solicitam as medidas protetivas previstas em lei. Depois que a mulher registrar o boletim de ocorrência (BO) junto à DDM o caso será encaminhado à equipe da Patrulha Maria da Penha.

(da assessoria)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.