O Pint of Science cresceu e Botucatu não poderia ficar de fora do festival, um dos maiores eventos de divulgação científica no mundo. A cidade participa da iniciativa pela 2ª vez.
Até o dia 16 de maio, quatro bares e pizzarias de Botucatu sediarão bate-papos com cientistas sobre temas como sono, divulgação científica, abelhas, vacinas, intersexualidade e alimentos funcionais.
Será uma oportunidade de conversas descontraídas com os pesquisadores e entender melhor a dinâmica por trás das pesquisas, atrativos que fizeram sucesso nas primeiras edições do evento na cidade e que devem superar duas mil pessoas nos bares.
 A proposta é esclarecer dúvidas, apresentar pesquisas recentes nessas e em outras áreas do conhecimento e mostrar a beleza da ciência. Os encontros começam por volta das 19 horas e terminam as 21 horas. “Vai até mais tarde, se a cerveja e o bate papo estiver bom” , destacam os organizadores do ‘Pint”, em entrevista na rádio Clube FM.
“Mais de duas mil pessoas passaram pelos bares em 2017. Neste ano, aumentamos o número de bares para que mais pessoas possam comparecer aos três dias de evento”, diz o Prof. Rafael Henrique Nóbrega, do Departamento de Morfologia do Instituto de Biociências (IB) da Unesp, coordenador do festival no município.

Programação 2018

(Veja na divulgação -abaixo- o evento que cada estabelecimento sediará)
Ao todo, serão promovidas 12 conversas, distribuídas entre os bares Villa Blues, Mão na Roda, Saloon e Pizza Frita Semião.
“Os temas estão bem diversificados, vão desde astronomia e física até sono e abelhas”, comenta Nóbrega.
No primeiro dia, bate-papo sobre a ciência por trás dos mitos, sono, intersexualidade e o misterioso sumiço das abelhas.
  • No dia 15, o destaque ficará por conta da discussão de astronomia, aquecimento global, divulgação científica e transgênicos.
  • Para encerrar, haverá o debate sobre mulheres na ciência, alimentos funcionais, vacinas e física no cotidiano.

 De Norte a Sul do Brasil

O Pint of Science nasceu em 2013, como uma iniciativa de pesquisadores da Inglaterra, e se expandiu graças a uma rede de voluntários. Neste ano, 21 países promoverão o evento de forma simultânea.
No Brasil, onde o festival foi realizado pela 1ª vez em 2015, na cidade de São Carlos, o Pint of Science acontecerá em 56 municípios distribuídos pelas cinco regiões e a expectativa é de que 50 mil pessoas compareçam aos bate-papos, revelou a assessoria de imprensa do IBB-Unesp Botucatu.

A programação completa está disponível no site pintofscience.com.br (com mapa dos locais) e não há necessidade de inscrição. A entrada é gratuita – paga-se apenas o que for consumido nos estabelecimentos – e não há emissão de certificado.

(com assessoria)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here