Na tarde deste domingo, 27, o prefeito Mário Pardini se reuniu com parte da equipe do governo, Polícia Militar, donos de postos de combustíveis, de depósitos de gás, empresas de transporte coletivo, Sabesp, CPFL e serviço funerário, com o objetivo de discutir alternativas para que Botucatu não tenha que paralisar serviços essenciais e para que a população da cidade não sofra com a falta de combustíveis.
Para isso serão montadas escoltas com a Policia Militar para que combustíveis e equipamentos essenciais na área de saúde e alimentação cheguem à cidade. Não foi revelado detalhes de como o trabalho será desenvolvido e quanto do efetivo será mobilizado nessa operação, considerando ainda as necessidades de segurança na cidade.
O Prefeito montou um comitê de logística composto pelo Secretário de Governo, Fábio Leite, o Secretário-adjunto de Transportes, Rodrigo Fumis, o coordenador da Defesa Civil do Município, Marcos Leite e o próprio Prefeito Pardini.
Esse comitê irá organizar comboios, juntamente com os donos de postos, para que os veículos sejam carregados com combustíveis e gás, e possam, com escolta da Polícia Militar, atravessar as barreiras e bloqueios dos manifestantes.
“Primeiro nós tivemos autorização do comando geral de fazer escoltas de combustíveis para os serviços essenciais e hoje pela manhã, houve a liberação de auxiliarmos para que esse material também chegue aos postos para atender a população. Pelo que percebemos, os manifestantes tem entendido essa necessidade e estamos fazendo o trabalho com bastante tranquilidade, pacificamente”, explicou a Tenente-coronel Kátia Christófalo.
As escoltas não trarão prejuízo ao patrulhamento preventivo em Botucatu, já que a Polícia Militar trabalha com equipes de vários municípios, integradas nesta ação, destacou o site da Prefeitura de Botucatu. Além disso, parte do efetivo da escolta será da atividade delegada, custeada pelo município.
Os empresários do ramo de combustíveis e de gás de cozinha passaram a traçar, juntamente com o Prefeito Pardini e a Polícia Militar, a logística dos comboios para abastecer o município já no começo desta semana.
“Garantiremos que parte desse combustível que chegará até a cidade será destinada à manutenção dos serviços essenciais. O restante estará disponível à população”, explicou Pardini.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.