Botucatu continua fazendo a lição de casa e mantem bons índices no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o IDEB, calculado pelo Ministério da Educação, que leva em conta a taxa de aprovação das escolas e as médias de desempenho dos alunos em uma avaliação de matemática e português, na Prova Brasil.
No exame realizado nas classes do 5º ano do Ensino Fundamental I, a média alcançada foi de 6,6 pontos, acima dos 6,3 estabelecidos como meta pelo IDEB e dos 6,4 pontos alcançados em 2015, ano da prova anterior.
Nas classes do 9º ano do Ensino Fundamental II, a pontuação das escolas municipais foi de 5,3 pontos, índice maior do que o planejado pela avaliação governamental federal, que era 5,1 e maior do que os 4,7 pontos de 2015.

 


Link: Conheça os resultados: Brasil, Estado, Municipio e por Escola

Escolas avaliadas em Botucatu
Botucatu há cerca de 4 anos, havia alcançado o IDEB previsto para 2020 e desde então os professores e diretores de escolas municipais têm mantido a qualidade do ensino, estipulado pelo Ministério da Educação, com as avaliações feitas pelos exames nacionais.
“Intensificamos a formação continuada dos professores da Rede Municipal e avaliamos rotineiramente, com o Secretário de Educação e toda equipe, o desempenho dos alunos nos simulados, aplicando correções necessárias na metodologia de ensino”, completa o Prefeito.
Em 2017, quando a prova foi realizada, o investimento da Prefeitura de Botucatu na Educação ultrapassou os R$ 100 milhões, referentes a mais de 26% do orçamento municipal, o Município ultrapassou as metas estabelecidas pelo IDEB tanto com as escolas de Ensino Fundamental I, quanto com as de Ensino Fundamental II, segundo divulgou a Secretaria de Comunicação do Município.

ANGELINO DE OLIVEIRA E JOÃO MARIA

A Escola Angelino de Oliveira, na Vila Antártica, foi a unidade escolar com melhor resultado entre as instituições municipais do Ensino Fundamental I, alcançando 7,6 pontos na avaliação dos quintos anos.
Para os alunos dos nonos anos, a melhor média foi da Escola João Maria de Araújo Júnior, na Vila Aparecida, com índice de 5,7 pontos.
“Outro ponto importante para esse resultado é que intensificamos o acompanhamento preventivo contra a evasão escolar, envolvendo inclusive a família nesse processo. O trabalho é realizado por coordenadores e supervisores escolares, além de um assistente social”, explica Valdir Paixão, Secretário Municipal de Educação.
Ações suplementares completam as melhorias que fizeram a diferença nesse resultado histórico, como a retomada da entrega de uniformes para todas as crianças da Rede Municipal, que dá mais dignidade e igualdade dentro das escolas, além do cuidado com a qualidade da merenda e transporte escolar eficiente.
“Com as oito escolas de tempo integral que já asseguramos e que, em parte, já começamos a construir na Cidade, tenho certeza que os próximos resultados do IDEB serão ainda melhores. A Escola de Tempo Integral é um formato que nos garantirá reforçar ainda mais o nosso ensino e oferecer mais qualidade para nossas crianças aprenderem”, finaliza o Prefeito Pardini.

(com assessoria)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.