O prefeito de Botucatu Mário Pardini saiu com parte da missão cumprida no Ministério das Cidades, onde esteve com o Secretário Fábio Leite, defendendo a participação do Governo Federal, na construção da barragem do Véu de Noiva. 
Pardini e Leite apresentaram ao ministro das Cidades, Alexandre Balby, o projeto de viabilidade técnica, ambiental e Legal do barramento que terá aproximadamente 20 metros de altura e custo aproximado de R$ 43 milhões.
“Foi boa a reunião, pudemos apresentar todos os detalhes do nosso projeto, sabemos que o caminho é longo, mas cumprimos mais uma etapa do projeto. Solicitamos ao Ministro recursos para o projeto, mostramos todos os detalhes dos estudos necessários já realizados como a estrutura, viabilidade técnica e operacional, a legalidade do projeto e os estudos do Iphan e Cetesb, alem do DAEE, para que possamos pedir financiamento”, explicou o prefeito.
Pardini contou que durante a reunião técnica, o ministro Balby convocou o Secretário Nacional de Saneamento para analisar a documentação apresentada pelo Município.
“Nossa intenção com essa documentação e a aprovação da Secretaria Nacional de Saneamento, é envolver a Caixa Econômica Federal. Agora é aguardar o encaminhamento do Ministério à Caixa Econômica e o tempo do banco analisar e se manifestar sobre nossa reivindicação. Estamos na torcida”.
No Ministério das Cidades, Pardini e Fabio Leite realizaram dois encontros. Um no começo da noite de quarta-feira e outro na manhã de quinta, na Secretaria Nacional de Saneamento, Pardini reivindicou apoio e recursos da União para construção do Parque Linear do Lavapés.
“Esse é outro projeto que estamos trabalhando para dotar a cidade, naquela região de um parque para a comunidade. Apresentamos o nosso projeto e vamos ficar na torcida também”.

Ministro em Botucatu

No encontro entre o prefeito Mário Pardini e o ministro Alexandre Balby, ficou acertada uma visita do ministro a Botucatu, no final de outubro ou início de novembro.
De acordo com o prefeito, existem diversas obras do Ministério das Cidades e CEF que Alexandre Balby gostaria de vistoriar.
“Não parece, mas temos inúmeras obras que tem apoio do Ministério das Cidades, como os píscinões, os 992 apartamentos do Nova Cachoeirinha e duas escolas de tempo integral, alem de outras obras que tem apoio do governo Federal. Estamos só acertando a data, que pode ser no final de outubro ou no começo de dezembro”.

 

(com Jornal Leia Noticias)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.