Profissionais das Secretarias de Assistência Social, Saúde e Educação, e do Centro Regional de Registro e Atenção aos Maus Tratos na Infância (Crami) se reuniram nesta quarta-feira, 26, em mais uma reunião do Fórum de Vítimas de Violência Sexual (VVS).
O grupo debateu estratégicas para divulgar o protocolo de atendimento às vítimas, criado no final do ano passado. Com base no protocolo, foi desenvolvida uma cartilha entregue aos principais serviços de atendimento às crianças vítimas de violência.
O Fórum de Vítimas de Violência Doméstica foi criado em 2015 e por meio de reuniões mensais, os profissionais fixaram metas, como a padronização do atendimento às vítimas de violência doméstica.
“Nós tentamos reunir o maior número de profissionais, das mais diversas áreas, para fortalecer o trabalho de atendimento às vítimas de violência sexual em nosso Município. A ideia partiu das Secretarias de Assistência e Saúde e ganhou parceiros importantes como o Crami. Atualmente, nós reunimos representantes do Creas, Cras, Crami, Hospital das Clínicas e da Educação”, explicou Alessandra Maschetti Silva, Coordenadora do Fórum.
A partir da próxima reunião será definida a nova coordenadoria do Fórum, que atuará por dois anos. A indicação de nomes e a posse acontecerão ao longo da reunião.
“A nova gestão terá como metas ampliar a capacitação de profissionais da área da educação e da saúde para o atendimento direto das vítimas de violência sexual. Nós já temos muitos parceiros importantes, mas queremos aumentar esta rede para desenvolver um trabalho ainda mais eficaz em nossa Cidade”, finalizou Alessandra Maschetti Silva.
As reuniões do Fórum VVS acontecem todas as últimas quartas-feiras do mês, sempre às 8 horas, na sede do Creas (R. Silva Jardim, 395 – Centro), e são abertas a toda a população.

 

(Da Assessoria)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.