No próximo domingo, 07, acontece um dos processos mais importantes do país, a eleição para presidente, governadores, senadores e deputados federais e estaduais.
Os eleitores irão às urnas das 8 às 17 horas e para garantir que todo o pleito eleitoral ocorra normalmente, a Guarda Civil Municipal e a Policia Militar unirão forças para reforçar o patrulhamento ao longo do final de semana.
A partir de sábado, 06, os efetivos da GCM e da PM serão reforçados na Cidade. Durante o dia, as forças de segurança farão a escolta das urnas eletrônicas até as sessões eleitorais.
Ao longo da noite, cada escola terá um guarda municipal de plantão, cuidando da segurança das urnas.
No domingo, 07, dia da eleição, os locais de votação terão um policial militar de plantão para garantir a segurança do processo e dos eleitores. Após o encerramento das eleições, os policiais e guardas escoltarão os extratos das urnas até o Cartório Eleitoral e acompanharão o processo de apuração.
“Neste final de semana teremos todo o efetivo da Guarda Municipal trabalhando para que as eleições ocorram de forma bem tranquila. Além do trabalho específico para as eleições, não pararemos o atendimento a população, que pode acionar a GCM pelo telefone 199”, salienta Leandro Destro, Comandante da GCM.
“A parceria entre a Guarda Municipal e a Policia Militar não se resume apenas ao período eleitoral. Mas neste momento ela se faz ainda mais importante para que consigamos garantir o efetivo suficiente exigido pelo Juiz Eleitoral e Cartório Eleitoral, e também a segurança dos eleitores neste que é o maior ato de democracia do nosso país”, explica Fernando Mota, Capitão da Polícia Militar de Botucatu.

Crimes eleitorais

Além do patrulhamento e escolta de urnas, a GCM e a PM também agirão contra os crimes eleitorais. De acordo com a Lei nº 9.504, de 30 de setembro de 1997, os candidatos e eleitores devem seguir algumas regras.
É considerado crime eleitoral a distribuição de material da campanha e o uso de camisetas com número e fotos de candidatos, sendo autorizado apenas o uso de adesivo com os dados.
Também não é permitida a aglomeração de pessoas com camisetas padronizadas, mesmo que não tenham fotos e números do candidato, em locais eleitorais. Também é proibido o estacionamento de veículos com adesivos de candidatos próximos as sessões.
“Muitas vezes os eleitores não conhecem a lei eleitoral e a presença da Policia Militar e da Guarda Municipal também servirá para orientar estas pessoas”, conclui Leandro Destro, Comandante da GCM.

(da assessoria)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.