Botucatu poderá em breve voltar a ser uma Diretoria Regional de Saúde, como era até a extinção da sede na cidade e a transferência para Bauru, na gestão de José Serra, então Governador de S. Paulo.
A reivindicação é para a instalação de uma nova unidade regional abrangendo Botucatu e cidades da região de Avaré, parte de Itapetininga e Sorocaba vem sendo feita pelo deputado Estadual Fernando Cury (PPS) que comunicou nesta semana ter sido concluído o estudo técnico na Secretaria Estadual de Saúde, apontando a viabilidade técnica para sediar a regional.
“Tivemos a infelicidade de perder a antiga regional com os municípios de Botucatu e Avaré entre outras regiões, que foram abrigadas em Bauru com mais de 30 cidades, abrangendo as regiões de Lins, Bauru, Avaré, Jaú e Botucatu. O que estamos reivindicando é a criação da Diretoria Regional de Saúde de Botucatu, integrada pelas 13 cidades do Polo Cuesta, os municípios da região de Avaré, além de alguns das regiões de Itapetininga e Sorocaba”, destacou o deputado.
Fernando Cury contou que teve uma reunião na ultima terça-feira, com o chefe da Casa Civil, Aldo Rebelo, que informou ter sido aprovado o encaminhamento inicial para a criação da regional de saúde de Botucatu.
“Apresentamos o pedido em meados deste ano entre junho e julho ao governador Márcio França, que pediu avaliação da Secretaria Estadual de Saúde. Fizemos a gestão política do pedido, pois entendemos que Botucatu, pelo grande complexo de ensino, pesquisa e atendimento na saúde, tem condições de abrigar essa regional, desmembrada de Bauru, com o objetivo de melhorar o atendimento e a fiscalização dos serviços”.
O deputado contou que desde o início do pedido de regional para Botucatu, Márcio França, governador de São Paulo tem se mostrado interesse em atender a demanda.
“Ele encaminhou o nosso pedido de Botucatu para avaliação e nesta semana fomos informados que o processo vai continuar sendo analisado e acredito que nas próximas semanas teremos novidades”.
Fernando Cury ressaltou a reportagem que nesta sexta-feira ou no mais tardar na próxima semana deverá ter novidades em relação ao pedido do parlamentar e da comunidade de profissionais de saúde da cidade e região. O pedido tem apoio de prefeitos e gestores de saúde dos municípios.
O deputado não acredita que após o ato do governador Márcio França, seja desautorizado na gestão de João Dória que começa em janeiro.
“O novo governador poderá anular o decreto de criação da Regional de saúde de Botucatu, mas nesse sentido, tenho a certeza que o nosso prefeito Mário Pardini, do mesmo partido de Dória, fará gestão para que isso não aconteça e possamos fortalecer a nossa região e a nossa cidade, assim como o trabalho feito na assistência à saúde em nosso região”
Desde o final dos anos 1970, Botucatu tem sido sede de órgãos de gestão de Saúde, primeiro como distrito sanitário e posteriormente, com o advento do Sistema Único de Saúde, com unidades regionais. A última foi fechada pelo ex-governador José Serra, que transferiu tudo para Bauru concentrando dezenas de cidades e dificultando de certa forma alguns procedimentos.

 

(com jornal Leia Noticias)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.