Um dia após a aprovação do projeto de Lei que autoriza o Município a contrair empréstimos de até R$ 50 milhões para a construção de uma represa na região do Véu de Noiva, para garantir o abastecimento nos próximos 50 anos, Mário Pardini, prefeito de Botucatu, esteve reunido na terça-feira, 27, com a Presidente da Sabesp, Karla Bertocco.
Foi definido que a direção da empresa vai se posicionar sobre a represa do Véu de Noiva no dia 13 de dezembro. Pardini postou na rede social fotografias do encontro com a presidente da Sabesp e outros diretores da empresa. O assunto em pauta será a construção e financiamento da represa.
O prefeito informou, na segunda feira, 26, na Clube FM de Botucatu, que além do encontro com a direção da Sabesp, também vem mantendo contatos com o Ministério das Cidades e o BNDES e Caixa Econômica Federal, para os encaminhamentos.
“Um dia depois de nossos vereadores aprovarem a lei autorizativa para prosseguirmos em busca do financiamento junto ao Ministério das Cidades, tivemos mais um sinal positivo para o aditivo que vai colocar a obra da represa do Rio Pardo dentro do contrato da Sabesp com Botucatu. Cumprimos todos os requisitos para isso e no próximo dia 13 de dezembro o pedido será apreciado pelo Conselho de Administração da Sabesp.”, escreveu.
O encontro do prefeito com a presidente da Sabesp foi acompanhado pelo Superintendente Unidade Botucatu, Maurício Tápias, que segundo Pardini, “tem feito o que pode para nos ajudar”.
Pardini revelou que a presidente da empresa de saneamento e abastecimento disse palavras otimistas em relação à participação da Sabesp no projeto de construção da represa.
Pardini vem sendo criticado por diversas correntes políticas por não ter buscado alternativas de financiamento ao projeto sem endividamento do município e também por não ter deixado claro, até a semana passada, a participação da Sabesp na construção da represa.
Na semana passada o diretor de infraestrutura da Sabesp anunciou que a concessionária seria parceira na obra, em entrevista na Radio Municipalista e na Clube FM. Essa decisão vai acontecer no próximo dia 13.
Pardini diz que o Município poderá continuar com os procedimentos de empréstimo e se a Sabesp definir a sua participação tem mecanismos legais de transferir o recurso em nome do município para a Sabesp como tomador de empréstimo.

Orçamento do Estado

O deputado Fernando Cury (PPS) fez projeto de lei para que o Estado de São Paulo, inclua no orçamento de 2019, o recurso de R$ 50 milhões com a finalidade de construir a represa de Botucatu, argumentando que o projeto vai dar segurança hídrica para o município, até 2050.


Confira a postagem de Mário Pardini na Sabesp:


ESPERANÇA!!!É com esse sentimento que saímos de uma importante reunião com a Presidente da Sabesp, Karla Bertocco, e…

Posted by Pardini on Tuesday, November 27, 2018

29

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.