No sábado, 1ª de dezembro, o Departamento de Dermatologia da Faculdade de Medicina e o HCFMB mobilizarão perto de 30 profissionais entre médicos, docentes, alunos residentes e enfermeiros, para o mutirão de esclarecimentos e identificação de câncer de pele, que é realizado pela 17ª vez consecutiva, no Centro de Saúde Escola. 
Avaliação e diagnostico vai acontecer das 9h às 15 horas.
Botucatu e cidades da região têm grande incidência de câncer de pele, devido à predominância com imigrantes europeus na sua colonização, especialmente portugueses, espanhóis, belgas e italianos, com tendência de ter pele branca, olhos claros, cabelos loiros ou ruivos.
Além de imigrantes europeus o câncer de pele tem maior incidência em Botucatu nos trabalhadores expostos diretamente ao sol, como na construção civil, carteiros, leituristas, agricultores e esportistas, técnicos em telefonia, entre outros.
“Também pessoas com mais de 50 anos têm chances de desenvolverem câncer de pele devido ao acúmulo de raios solares ultra violeta ao longo dos anos. Se houver alguma mancha, alteração de cor na pele, verrugas ou feridas, é aconselhável a procura de um dermatologista”, orienta o professor Silvio Alencar Marques, docente da Faculdade de Medicina e um dos pioneiros nesse tipo de atendimento em Botucatu.
O Hospital das Clinicas de Botucatu atende mais de 30 mil procedimentos clínicos na área de dermatologia e boa parte é para procedimentos cirúrgicos de retirada de câncer de pele, que são divididos entre os agressivos e os de menor risco.
“Quanto antes for diagnosticado o câncer de pele, menos invasivo é o procedimento e menor é o risco para o paciente”, diz o docente. No Brasil são diagnosticados 160 mil casos de câncer de pele por ano.
O atendimento neste sábado, das 9 às 15 horas será por ordem de chegada.
Serão criados grupos de 20 a 30 pessoas que receberão informações de como evitar novos casos de câncer de pele, especialmente as proteções a usar na pele e os melhores horários para tomar sol.
Enquanto as palestras dos médicos residentes é realizada, equipes de médicos especialistas fazem os exames, usando diversos equipamentos de observação.

(com Radio Clube FM e Jornal Leia Noticias)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.