Os vereadores de Botucatu aprovaram na noite desta segunda-feira, 3,  representação para abertura de uma investigação sobre o envolvimento do vereador Paulo Renato (PSC), em um acidente de trânsito no final de semana passada, quando bateu o carro que dirigia contra dois outros estacionados. No acidente houve ainda a quebra de uma vitrine de loja de móveis, na Rua Visconde do Rio Branco.
A representação foi protocolada pela cidadã Ana Maria Pimenta Bueno, militante da causa animal. O pedido vai passar pela Comissão de Ética, presidida pelo vereador Ednei Carreira, (PSB), também apontado como candidato a presidente da Câmara, assim como Paulo Renato.
O pedido foi aprovado por unanimidade. A vereadora Alessandra Lucchesi (PSDB) não votou, pois não estava no plenário no momento da votação.
Se na apuração de atos do vereador do PSC for apurado que ele feriu a conduta ética do Legislativo será indicada a abertura de Comissão Especial de Investigação – CEI, que ao ser proposta, precisará de 1/3 dos votos favoráveis dos 11 vereadores.
Antes do pedido de Ana Maria Pimenta Bueno ser colocado em votação, Paulo Renato pediu aos vereadores que votassem pela investigação conforme a solicitação, alegando que não tem nada a esconder.
A cidadã que protocolou pedido de investigação sobre a conduta do vereador Paulo Renato no acidente de transito do final de semana, alega que “o vereador se evadiu do local, o que configuraria crime pelo artigo 305 da Lei nº 9.503, do Código de Transito Brasileiro”.
Ana Maria Pimenta Bueno foi candidata a vereadora em 2012 pelo então PMDB.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.