A Ouvidoria Municipal será o canal para o recebimento de denúncias, através dos telefones 0800-773-3090, (14) 3811-1484 e 3811-1547, ou através do site da Prefeitura .


Nesta quinta-feira, 03, o Prefeito Mário Pardini se reuniu com equipes de diversas Secretarias para esquematizar a investigação e apuração dos contemplados no sorteio das 500 unidades dos Residenciais Cachoeirinha 1 e 2, ocorrido no último domingo, 30.
A Prefeitura de Botucatu atuará de forma rigorosa para comprovar a veracidade, ou não, do que foi declarado na inscrição dos participantes, anunciou a Prefeitura, através de comunicado a imprensa.
O primeiro passo será as “visitas surpresas” de equipes do Poder Público municipal a 100% das famílias sorteadas.
Serão 10 equipes ao todo, formadas por funcionários das Secretarias de Habitação, Infraestrutura, Educação, Assistência Social, além da Controladoria e do Gabinete do Prefeito.
A apuração também será feita com os candidatos que apontaram algum tipo de deficiência.
Todos os sorteados serão periciados e deverão assinar um termo de compromisso que residirão nos imóveis sorteados.
Caso essa pessoa com deficiência seja incapaz, um responsável assinará o termo, sob pena de responsabilidade civil e criminal em caso de informações falsas.
“Acredito que em um período de 10 dias faremos todas as visitas. Estamos criando um comitê gestor, que nos ajudará nos casos mais graves, contando inclusive com a participação da Câmara Municipal, representada pelo presidente Carreira, que tem nos apoiado para que o processo seja o mais transparente possível”, afirmou o Prefeito Mário Pardini.
No caso das denuncias on-line, no site da Prefeitura, os interessados deverão clicar o botão “Ouvidoria Municipal”. Ao se cadastrarem, clicarão no botão “+”, depois “Solicitações online”.
Na pergunta “O que deseja”, o reclamante deverá colocar a opção “Denunciar”, e na pergunta “Qual é o assunto?” a opção “Casa popular – Irregularidades e Beneficiários de imóveis”. A denúncia pode ser feita de forma sigilosa.
“A população pode nos ajudar se houver qualquer suspeita de pessoas que foram sorteadas, mas têm condições de vida diferentes das informadas na inscrição. Basta entrar em contato com a Ouvidoria e citar a denúncia, com o nome do candidato em questão, para averiguarmos com rigor a situação”, citou José Carlos Broto, Secretário Municipal de Habitação.
Os candidatos que não comprovarem os requisitos exigidos no processo de seleção dos Residenciais Cachoeirinha 1 e 2, conforme informado na inscrição, serão eliminados, e os suplentes chamados para receber o imóvel.
O processo de investigação dos contemplados também será realizado no 2º sorteio dos Residenciais Cachoeirinha 3 e 4, que ainda não tem data definida para ocorrer.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.