A professora Carmen Marcati do Departamento de Ciência Florestal da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, câmpus de Botucatu, está na Europa para a realização de pesquisa em cooperação com pesquisadores do Naturalis Biodiversity Center, em Leiden, Holanda.
A pesquisa refere-se ao estudo das características anatômicas do lenho, ao longo do caule, de duas espécies que são de ocorrência tanto na Caatinga quanto no Cerrado, ecossistemas sazonalmente secos.
“É um estudo em que estamos buscando entender as diferentes estratégias anatômicas do lenho (anatomia botânica) para lidar com a restrição hídrica”, explica a professora Carmen.
O Naturalis Biodiversity Center é uma instituição que realiza pesquisas com o enfoque na preservação da biodiversidade, com o objetivo de contribuir para soluções para algumas das grandes questões globais que envolvem clima, meio ambiente, fornecimento de alimentos e remédios, informou a assessoria de imprensa da FCA-Unesp de Botucatu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.