A rodovia SP 255 que liga o Sul e o Norte de São Paulo vai ganhar novos pedágios nos municípios de Botucatu e Jaú. A autorização para a instalação dos terminais já recebeu autorização da Agencia de Transporte do Estado de São Paulo – Artesp.
Alem de Jaú e Botucatu, praças de pedágio serão instalados nos municípios de Boa Esperança do Sul, Itaí e Coronel Macedo.
O recolhimento de tarifa de pedágio deverá ser iniciado no primeiro trimestre, segundo informou a assessoria de imprensa da Arteris-Via Paulista, que administra o trecho concessionado da rodovia no Estado.
A autorização para a instalação dos pedágios foi no ano passado, após a empresa concessionária realizar mais de R$ 100 milhões de investimentos em melhorias e construção de obras de arte, como viadutos, trevos e outros equipamentos.
A Arteris informou que após a implantação dos pedágios serão realizadas obras de melhoria no trecho entre Araraquara e Jaú, com duplicação da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros. As obras devem começar até junho. A Arteris informa que serão feitos 200 quilômetros de pistas duplicadas no trecho sob sua administração

Empresa vai duplicar 200 Km. Obras
começam no trecho Jaú e Araraquara

Segundo divulgou a empresa concessionária, atravís de nota distribuída para imprensa, todo o pavimento asfáltico foi recomposto, com correção de depressões, selagem de trincas e eliminação de degraus entre a pista e o acostamento.
Também foi realizado corte de árvores da faixa de domínio (área sob responsabilidade da concessionária que vai das faixas de rolamento até as cercas das propriedades particulares às margens da pista), poda da vegetação, remoção de pichações, instalação e substituição de placas, pintura de faixas, desobstrução de bueiros, manutenção e instalação de defensas, elementos de drenagem e outros serviços também compuseram o projeto.
A Arteris ViaPaulista também instalou mais de 61 mil metros de cercas, recuperou e implantou 12 mil metros de dispositivos de drenagem e recuperou cinco quilômetros de defensas metálicas. Apenas de pavimento asfáltico foram mais de 36 mil metros cúbicos.
“Em apenas 12 meses, entregamos à comunidade rodovias totalmente recuperadas, com as mesmas características e a qualidade já verificadas nos mais de 3 mil quilômetros concedidos ao Grupo Arteris no Brasil. Além de auxiliar na preservação da vida, caminhos mais seguros garantem o aquecimento da economia regional”, afirma Olga Cotrim, diretora-superintendente da concessionária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.