A partir do dia 15 de fevereiro, os carnês do Imposto Predial Territorial Urbano começarão a ser distribuídos pelos Correios nas residências de Botucatu. Aproximadamente 73 mil carnês serão entregues nos endereços que constam no cadastro imobiliário da Prefeitura.
O prazo para quem for pagar o Imposto em cota única ou para o vencimento da primeira parcela é o dia 29 de março.
Os que optarem pelo pagamento integral, à vista, terão 5% de desconto. Quem preferir parcelar a contribuição poderá fazê-la em até 10 vezes, desde que a parcela não seja inferior a R$50,00.
“Estaremos entregando os carnês via Correios com aproximadamente 30 dias de antecedência, justamente para que os contribuintes tenham mais conforto para se programarem para o pagamento”, cita o Secretário Municipal de Governo, Fábio Leite.

IMPRESSÃO DE 2ª VIA

A novidade deste ano é para aqueles que por algum motivo não receberem o boleto ou o perderem.
A Prefeitura de Botucatu disponibilizará em seu site uma aba para a impressão da 2ª via do Imposto. Quem desejar, também poderá procurar pessoalmente o setor de Tributos da Prefeitura e requerer a 2ª via, a partir do dia 15 de março.
“Estamos finalizando os testes em nosso sistema de tecnologia para propiciar esta novidade. Nossos contribuintes poderão de uma forma prática e rápida imprimir a 2ª via do boleto do IPTU. Aqueles que desejarem realizar pela forma convencional, vir ao setor de Tributos e requerer a 2ª via, poderão fazer a partir de 15 de março. Em breve, vamos proporcionar também através do site outros tipos de serviços, como emissões de certidões, guias e outros documentos”, afirma Fábio Leite.
Durante a gestão do Prefeito Mário Pardini, nenhum imposto foi acrescentado ou teve valor acrescido para os contribuintes, salvo as correções legais de reposição de inflação.  O valor do IPTU 2019, em comparação com o de 2018, recebeu apenas a atualização anual obrigatória por lei e calculada com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor, IPCA.
A expectativa da Prefeitura é de arrecadar neste ano aproximadamente R$ 30 milhões. Obrigatoriamente, o montante da arrecadação deve ser distribuído da seguinte maneira: 25% são destinados à Educação, 15% para a Saúde, e os 60% restantes o Município custeia a sua manutenção e aplica em obras diversas e convênios com o Estado e a União.
A Prefeitura de Botucatu informa ainda que não estão previstas campanhas de refinanciamento de dívidas, o REFIS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.