Transcorreu sem nenhum problema a distribuição das senhas para as primeiras 500 pessoas contempladas com um apartamento no Residencial 1 e 2 do “Nova Cachoeirinha”, na região Leste de Botucatu.
O processo aconteceu na quinta e sexta-feira da semana passada. As senhas são para o encaminhamento final dos interessados nos apartamentos do Nova Cachoeirinha e a Caixa Econômica Federal, onde a família deverá apresentar os documentos exigidos no processo do Minha Casa Minha Vida.
De acordo com José Carlos Broto, Secretário de Habitação do Município, todo o processo é necessário para garantir a transparência da entrega dos imóveis. De fato a Prefeitura de Botucatu quer tirar qualquer duvida sobre favorecimento para interessados.
O prefeito Mário Pardini fala em estudos que estão sendo realizados para que o município processe criminalmente pessoas que tentarem fraudar a distribuição dos apartamentos por falsidade ideológica e fraude em concurso.
“Se alguém burlou informações nas inscrições e foi sorteado, sugerimos que desista do processo, pois vamos agir. Ainda dá tempo”, alertou José Carlos Broto, no dia 31 de dezembro, em entrevista na Radio Clube.
Nesta sexta feira passada o prefeito Mário Pardini ressaltou a ação judicial e explicou as razões: “Muitas pessoas denunciam situações. Vamos investigar e muitas vezes as informações não se confirmam ou são denuncias de imóveis que não são da faixa 1 do Minha Casa Minha Vida e sim da faixa um e meio ou outras faixas de financiamento. Não pode vender quem está na faixa 1, que são imóveis com 80% de financiamento social”. Em Botucatu são do Faixa 1 os conjuntos Caimã e Santa Maria e o Nova Cachoeirinha.
“Chamei os secretários e criamos uma força tarefa que vai investigar a situação dos selecionados. Vamos cruzar todas as informações que tivermos para identificar eventuais fraudes. Vamos mobilizar as secretarias de Saúde, Fazenda, Assistência Social e Jurídico. Vamos realizar vistorias para evitar as fraudes. Se identificarmos quem está burlando o sistema vamos reunir provas e mover ações judiciais, afinal estão fraudando o dinheiro publico e tirando a chance de quem realmente precisa ter sua casa própria”, destacou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.