A semana começou movimentada na Câmara Municipal de Botucatu. Logo pela manhã desta segunda-feira (28/01) o deputado estadual Fernando Cury esteve na Casa, cumprimentando o novo presidente do Legislativo Ednei Carreira e também articulando ações para fortalecer a campanha pelo pagamento do 13º da Unesp, que está atrasado desde o ano passado. Em Botucatu, 2,5 mil pessoas atuam na universidade.
“Vim cumprimentar a nova Mesa Diretora e transmitir a todos os vereadores e à equipe deste Legislativo minha disposição para continuar um trabalho conjunto, alinhado, para o bem da nossa cidade”, diz Cury.
A reunião durou cerca de uma hora e grande parte desse tempo foi destinada a uma preocupação comum: o não-pagamento do 13º salário aos servidores estatutários da Unesp.
“A Câmara já vem acompanhando de perto esta questão e passamos ao deputado o que estamos planejando. Ele também está preocupado e decidimos estreitar a parceria com os funcionários para fortalecer ainda mais essa luta”, comenta o presidente Carreira.
Após a conversa com os vereadores, Cury ligou à coordenadora do Sintunesp, Rosana Bicudo, para reiterar apoio e confirmar que virá participar de uma reunião que a Câmara marcou com os representantes do movimento na noite de 04/02.
“Virei para a reunião e vou acompanhar toda a sessão ordinária. Paralelo a isso, eu e os vereadores vamos continuar nos falando, estudando a melhor forma de ajudar agora, e, sobretudo, atuar para garantir que esse problema não se repita novamente”, completa o deputado.
Participaram da reunião os vereadores Cula, Jamila, Alessandra Lucchesi e Zé Fernandes, a diretora administrativa, Silmara Ferrari de Barros, e o assessor legislativo, Ézeo Fusco Júnior.

NÃO FOI

Fernando Cury reafirmou à sindicalista e ao presidente da Câmara ser solidário aos professores e servidores da Unesp em relação ao pagamento do 13º e explicou que não esteve no ato da semana passada, por estar em viagem e também, por não ter sido comunicado, nem convidado para o evento. “Não fui comunicado do ato e quando ele aconteceu, estava viajando com a família”.
A presença do parlamentar do PPS foi cobrada pelos servidores especialmente, depois da manifestação do deputado do PSOL Carlos Gianazzi, a favor da greve e das manifestações em ato na Reitoria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.