Foto: Banco de Imagem
Duas mulheres, uma em Botucatu e outra em São Manuel, foram ameaçadas de morte e em um dos casos, houve tentativa violenta de estupro. Nesta semana aumentou a quantidade de casos de violência contra mulheres. 
Um homem foi ferido por uma mulher durante tentativa de estupro, em São Manuel. Segundo relato, o rapaz, um policial militar de São Paulo, invadiu a residência da mulher e a retirou do imóvel, conduzindo a local afastado. Ele invadiu a moradia da mulher duas vezes.
Temendo ser assassinada, a vitima pegou a arma do autor e disparou no abdomen dele, ferindo gravemente. O estuprador foi levado para o Hospital das Clinicas de Botucatu, onde foi operado e está internado em estado grave.
Os policiais não divulgaram os nomes dos envolvidos nos fatos.
Conforme o boletim de ocorrência, o homem estava inconformado com o fim do relacionamento e vinha ameaçando a ex-namorada.
Na noite de sexta-feira o criminoso havia ameaçado e agredido o pai da ex-namorada.
A mulher foi levada proxima a Usina, onde foi agredida e violentada. Parte do cabelo da mulher foi arrancado durante a agressão sexual.
O acusado é policial militar em São Paulo. Assim que tiver alta, vai ser conduzido parao presídio Romão Gomes.
A mulher vitima do estupro foi encaminhada para avaliação médica e o caso está sendo apurado pela Policia Civil.

 

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NO CENTRAL PARK

Na manhã de sábado (02), por volta das 2 horas, a Guarda Civil Municipal foi acionada para atender uma ocorrência de violência doméstica no Bairro Central Park. Os GCMs avistaram a vítima do lado de fora da casa, muito assustada e pedindo por socorro.
Ela informou aos agentes da GCM que seu companheiro, de 56 anos, estava descontrolado e fazendo ameaças de morte contra ela com um facão. O companheiro tentou ainda atropelá-la.
Dentro da residencia o agressor começou a agredir a equipe de segurança. Com a mulher determinada a denunciar o agressor, os GCMs entraram no imóvel e tiveram de usar força fisica para conter o agressor da esposa.
O facão usado na ameaça, o agressor, assim como a vitima foram levados para a Delegacia, onde o caso foi registrado e ratificada a determinação de prisão por violência doméstica e ameaças.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.