Marcio Piedade (Caco), pede que população use corretamente as lixeiras de recicláveis
Marcio Piedade (Caco), é Secretario do Verde e Agricultura de Botucatu
A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agricultura de Botucatu vai iniciar nos próximos dias uma campanha informando as formas corretas de descartes de “lixos recicláveis”, “entulhos” e ‘lixo normal’ nos contêineres espalhados pela cidade, especialmente os conhecidos como Pés (Postos de Entrega Voluntária de Recicláveis) e também criação de Lei, para aplicação de multas pesadas a quem for flagrado descartando irregularmente lixo.
São mais de 30 pontos de coleta de reciclagem existentes em Botucatu, e o material educacional inicialmente vai destacar os 4 materiais que devem ser descartados nessas lixeiras de entrega voluntária, que são destinados exclusivamente a materiais como papéis, vidro, metal e plástico.
A medida visa atender as demandas operacionais e de saúde dos agentes ambientais que trabalham na usina de reciclagem.
“A equipe da Cooperativa de Agentes Ambientais estava reclamando que está ocorrendo o descarte de lixo que não é reciclável, prejudicando o trabalho da equipe e provocando acidentes pessoais. Eles estão encontrando em meio aos materiais recicláveis até animais mortos e restos de comida, que acabam prejudicando o trabalho na separação que são depositados nos PEVs”, alertou o Secretário.
Entre as mudanças que devem ocorrer junto com a campanha educativa, será criada uma legislação para disciplinar, corrigir e multar o cidadão que for flagrado descartando irregularmente o lixo nesses postos de entrega de recicláveis, terrenos baldios e também será feita a alteração do visual dos recipientes destinado a coleta de recicláveis.
A cartilha com orientações sobre as mais variadas formas de descarte de lixo e entulho em Botucatu será lançada em poucas semanas, conforme adiantou o Secretário, assim como a mudança do layout das lixeiras dos PEVs.
“Os novos equipamentos que vamos instalar e são mais de 30 pontos de coleta, prevê uma fotografia e uma mensagem do agente ambiental, explicando que tipo de material é esperado nos PEVs e alertando sobre os riscos de multas”, salientou o Secretário Caco.
Ele também avisou que na lei que está sendo preparada para avaliação dos vereadores prevê que uma multa seja aplicada àquele cidadão que vai até os postos de entrega (PEVs), mas não coloca o lixo dentro da lixeira e sim do lado de fora.
“A maioria das pessoas coloca o lixo dentro dos recipientes, mas uma minoria leva o lixo até os PEVs, mas não coloca dentro das lixeiras e joga do lado de fora, provocando aumento de animais que oferecem riscos para a população. Quem for flagrado colocando o lixo fora do recipiente adequado será multado com a nova lei”, destacou.
O Secretário explicou que esse lixo jogado do lado de fora do vasilhame indicado, além de favorecer o surgimento de insetos e animais peçonhentos (venenosos), atrasa o serviço de coleta.
“Esses postos de coleta de recicláveis são retirados automaticamente com caminhões e quando há lixo do lado de fora os agentes são obrigados a recolher o material, atrasando a coleta e também oferecendo riscos ao pessoal”, explicou durante entrevista na Radio Clube FM.

1 COMENTÁRIO

  1. Não adianta mais leis,se não tiver uma fiscalização presente e um local adequado a descarte de materiais inservíveis,de quantidade limitada (1 metro cúbico) é pura perda de tempo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.