Diversos pais de alunos em Anhembi, Cidade com cerca de 7 mil habitantes em São Paulo, ficaram apavorados com uma suposta ameaça postada na rede social por um morador da cidade, dirigida aos alunos das escolas públicas. Com medo de um episódio semelhante ao massacre que vitimou 10 pessoas em Suzano, em março deste ano, as escolas ficaram vazias nesta quarta-feira, 10.
Ricardo Lopes, é o autor das ameaças e, conforme apurou o ‘Botucatuonline’, ele é enteado de um dos vereadores de Anhembi. Dado o tom ameaçador, dizendo que iria fazer a ‘limpa em Anhembi”, a publicação viralizou rapidamente pelo Whatsapp.
A Secretária de Educação da cidade, Alfaia de Lima informou que muitos pais apavorados não mandaram os filhos para a escola.
Nas redes sociais, Ricardo postou uma foto com a mesma máscara usada pelos assassinos em Suzano, o que fez com que imediatamente a população associasse um caso a outro. Mesmo tendo dado explicações sobre o ocorrido, esclarecendo que se tratava de um mal entendido, boa parte dos alunos preferiu evitar as aulas.
Na postagem, Ricardo afirmou “Nunca saberemos o quão forte somos até que ser forte seja a única escolha”, serguido de dois emojis, um de ‘V’ de paz e amor e uma dinamite, sub entendendo tratar-se de uma bomba.
Os comentários vieram de imediato. “Vai invadir as escolas?”, perguntou o primeiro. Ricardo respondeu: “Vo invadir Anhembi aí preciso fazer a limpa (SIC)”, escreveu.
A Secretaria de Educação do município informou que após a notícia correr pelas redes sociais, o telefone dela, além dos telefones do Departamento de Educação, escolas e das professoras recebeu uma enxurrada de ligações.
A Secretaria de Educação suspendeu as aulas desta quarta-feira, 10, até que a notícia seja esclarecida aos pais.

Acionada, a Polícia Civil informou que o jovem será intimado

Dr Geraldo Franco conduz as investigações | Foto Sidney Trovão
“Instauramos um inquérito e ele foi intimado para prestar depoimento. Foi uma brincadeira de mau gosto, que deixou mães e pais preocupados, professores não quiserem ir à escola também. Já estamos atrás dele”, afirmou o delegado Dr. Geraldo Franco.
Conforme apurou a reportagem com autoridades de Anhembi, cidade proxima a Botucatu, muitos pais continuam receosos de enviar os filhos para as escolas, assim como alunos estão temendo a repetição de caso semelhante ao de Suzano, na Grande São Paulo.

 

(com assessoria)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.