Juiz Josias Martins de Almeida Junior
A Justiça determinou o lacre do Ginásio Municipal de Esportes, para impedir a realização do show de aniversário da Rádio Municipalista, agendado para este sábado, às 22 horas.
O Juiz Josias Martins de Almeida Junior acatou ação movida pelo Ministério Público Estadual, considerando avaliação de que o Ginásio Municipal de Esportes não tem condições de segurança para realizar evento de tal porte.
O Ministério Publico entendeu que não há condições de segurança para o evento e não existe alvarás de funcionamento.
“A Polícia Militar não foi cientificada formalmente sobre a condição de segurança, nem sobre a documentação exigida para evento de tal porte, como: alvará de licença do Corpo de Bombeiros; alvará de licença da Prefeitura Municipal; alvará de licença do Juizado da Vara da Infância e Juventude; e Certidão de Providência”. Ainda segundo o juiz, o Ginásio Municipal “não possui condições de receber o evento de dimensão anunciada nos autos”, despacha o juiz.
A determinação é de que seja feito o lacre do Ginásio de Esportes Mario Covas, para impedir a realização deo evento.
O Juiz determina ainda que seja aplicada uma multa de R$ 150 mil, caso seja descumprido a determinação de lacre até que as licenças estejam regulares.
A Radio Municipalista informou que vai recorrer da decisão e que tem os documentos necessários para a realização do evento.
Confira a nota divulgada pela emissora:
“A Rádio Municipalista vem neste momento se pronunciar sobre a sentença do Excelentíssimo Senhor Juiz da 1ª Vara da Comarca de Botucatu, Dr. Josias Martins de Almeida Junior, e da repercussão nas redes sociais com a informação de que o show teria sido cancelado.
Munido de todos os documentos e alvarás necessários para a realização do Show do Grupo Roupa Nova, a Rádio Municipalista, através de seu Diretor Vanderlei do Santos, informa que, respeitosamente, irá recorrer da decisão que foi proferida nesta noite.
Como organizador, estará neste sábado, dia 11, no Plantão Judiciário, apresentando todos os documentos exigidos, mostrando com transparência que preenche todos os requisitos para a perfeita realização do show, como ocorre há muitos anos.
Salientamos que temos plena confiança no judiciário e que todas as dúvidas serão sanadas a tempo de realizarmos nosso evento”, esclareceu Vanderlei dos Santos, diretor da Emissora e organizador do show.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.