O secretário municipal de Educação em São Paulo, João Cury Neto, foi exonerado do cargo e remanejado para exercer a função de secretário adjunto no gabinete do prefeito Bruno Covas (PSDB), na ultima quinta-feira. Cury será substituído por Bruno Caetano.
O agora ex-secretário da Educação da Capital, é antigo desafeto do governador e foi expulso do PSDB em 2018, por Pedro Tobias. Ele foi chamado por Bruno Covas para a secretaria municipal após exercer o cargo de secretário na gestão de Márcio França (PSB) no governo estadual, adversário de Doria nas eleições de 2018.
Nesse cenário, o pedido de Doria envolve a disputa pelo controle da articulação pela reeleição de Covas à Prefeitura em 2020. O afastamento para um cargo mais discreto no Executivo municipal já era esperado. A Prefeitura emitiu nota informando que “mudanças de cargos de confiança são normais dentro de uma administração e prerrogativa dos gestores”.
Nos meios políticos da Capital, a informação é de que Cury vai atuar na articulação da reeleição de Bruno Covas, nas eleições do ano que vem. O ex-prefeito de Botucatu já está inclusive residindo em São Paulo.
Na ultima atividade como secretário municipal de Educação, Cury reuniu professores e gestores escolares, alem de alunos para uma cerimonia de prestação de contas onde foi elogiado pela ação próxima aos professores e diretores escolares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.