Violeiro vai se apresentar no dia 16
No dia 16 de julho, terça-feira, a partir das 20h, o violeiro gaúcho Valdir Verona, considerado um dos grandes instrumentistas do país, mostra sua arte no palco do auditório da Fazenda Lageado.
Natural de Caxias do Sul (RS), Valdir Verona tem mais de 30 anos de carreira, como solista, integrante de grupos musicais, músico acompanhante, professor, pesquisador e responsável por produções e direções musicais. Atualmente, além da carreira solo, faz parte do Duo de Viola e Acordeon juntamente com o músico Rafael De Boni e também do projeto Violas ao Sul em parceria com os violeiros Ângelo Primon, Mário Tressoldi e Oly Junior.
Desde o final da década de 1990, Valdir Verona vem desenvolvendo um trabalho de resgate da viola de 10 cordas na música do Sul que vai desde recitais, shows, composições, arranjos, gravações, edições de partituras e tablaturas e oficinas.
Violeiro virtuoso, Verona tem 10 cds gravados e 5 livros didáticos de música editados. Também participou de diversas gravações e produções de CDs e DVDs, inclusive em colaboração com o violonista Yamandu Costa. Foi contemplado com o Prêmio Excelência da Viola Caipira em duas edições; Indicado ao Prêmio Açorianos de Música em três oportunidades pelos CDs Encontro das Águas, Uma Viola ao Sul e Na Estrada, este último, com indicações nas categorias compositor, álbum e instrumentista.
A apresentação terá a abertura do compositor e cantador Claudio Lacerda, um dos importantes nomes da música campesina e folk no Brasil, com cinco CDs independentes lançados, atualmente residindo em Botucatu.

 

PROJETO DANDÔ

O encontro de Lacerda e Verona no palco do Lageado marca o terceiro evento do Projeto Dandô – Circuito de Música Dércio Marques, em Botucatu.
Criado para promover o intercâmbio e a circulação de música popular em várias cidades brasileiras, além da realização de vivências e oficinas integrando e valorizando a cultura popular pelo país, o projeto Dandô estreou em Botucatu em abril, com um show da cantora Kátya Teixeira.
Até o final de 2019, serão realizados mais dois espetáculos com artistas independentes das mais diversas regiões do Brasil e a participação de músicos botucatuenses.
A vinda do projeto Dandô para Botucatu é uma realização da Comissão de Arte e Cultura da Faculdade de Medicina da Unesp, com apoio das demais unidades locais da Unesp (Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA), Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) e Instituto de Biociências (IB)) e suas respectivas comissões culturais.
A entrada é franca e os organizadores solicitam que o público colabore com uma contribuição consciente para os artistas.

 

(Com assessoria)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.