Fernando Cury é deputado federal do PPS
Dirigentes das unidades da UNESP no Estado de São Paulo, deputados Estaduais e lideranças políticas das cidades onde a UNESP tem campus universitário estarão participando em Botucatu, nesta quinta-feira, 18, do início dos trabalhos da Frente Parlamentar em Defesa da Universidade Estadual Paulista. A reunião vai ser realizada no campus do Lageado.
Segundo o deputado Fernando Cury, idealizador da Frente, a UNESP tem unidades em todo o Estado de São Paulo e é de fundamental importância para o ensino superior do Brasil exercendo papel importante no desenvolvimento dos municípios e regiões onde está inserida.
Diante da crise financeira que aplacou as universidades publicas, reduzindo investimentos e custeio, o deputado sugeriu essa frente para ampliar e proteger o ensino oferecido pela UNESP, conforme explicou Cury.
O primeiro encontro da Frente Parlamentar, nesta quinta-feira, às 16h00, vai acontecer no auditório da Faculdade de Ciências Agronômicas.
“Vamos reunir diretores das unidades, deputados, prefeitos, vereadores, ex-dirigentes das faculdades o reitor e ex-reitores, além de lideranças dos servidores, docentes e alunos buscando um meio de entender a crise que ela passa”, disse a Radio Clube FM.
Fernando Cury lembrou que nos últimos anos a universidade foi a que mais cresceu atendendo reivindicações da comunidade acadêmica, de sucessivos governadores, prefeitos e deputados que pediram instalação de campus e, em determinado momento, faltou recursos para o custeio e apoio às unidades.
“A UNESP passou por uma expansão muito grande e tem seu mérito, pois está em todas as regiões do Estado. Ela é também pioneira em diversas situações, pois saiu na vanguarda da moradia e cotas estudantis. Ela sempre foi parceira do Estado e é, no entanto a prima pobre entre as universidades. A Frente Parlamentar em Defesa da UNESP quer apontar a sua real situação nesse contexto”, destacou.
Cury lembrou que a instituição de ensino superior tem 34 campus Universitário, atendendo mais de 55 mil alunos, mas recebendo recursos de custeio menores que as demais instituições.
A Frente Parlamentar terá o objetivo identificar os erros do passado e estabelecer mecanismos para que tenha condições de continuar oferecendo cursos superiores de qualidade, inseridos na realidade do Estado e nas regiões onde tem campus.
“A UNESP é importante para todo o estado, é um patrimônio nosso, seja na área de ensino, desenvolvimento pesquisa e extensão. Já discutimos muito sobre situação da UNESP, impactando no servidor publico, nos serviços de qualidade e também na formação do emprego e renda de qualidade, nos municípios e na região onde está instalada. Precisamos entender tais dificuldades e buscar formas de encaminhar soluções na Assembleia Legislativa”, observou o deputado.

(Com assessoria)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.