A Orquestra Sinfônica Municipal de Botucatu vai se apresentar às 11h, no próximo dia 18, domingo, na Sala São Paulo, no Centro Cultural Julio Prestes (Antiga Estação Julio Prestes), um dos espaços nobres da música clássica do mundo. A Sala São Paulo é considerada uma das melhores acústicas do mundo.
“Era um sonho da nossa Orquestra se apresentar nesse espaço. Conseguimos agendar nossa apresentação após o envio de nosso material. Eles ouviram, gostaram e fizemos o agendamento. A Orquestra Sinfonica de Botucatu é um orgulho de todos nós”, comentou a Secretária Cris Cury da Secretaria Municipal de Cultura.
 A apresentação é gratuita e vai acontecer na ‘Programação Matinal Dominical’, que começa às 11h00 e termina por volta das 13 horas. Os ingressos são distribuídos antecipadamente e para a apresentação dos músicos botucatuenses, começaram no ultimo dia 12. A Sala São Paulo é a sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, no prédio da antiga Estação Julio Prestes.
Segundo a programação divulgada pela “Sala São Paulo”, os músicos de Botucatu vão se apresentar sob a regência do maestro Fernando Ortiz de Villate e terá a apresentação do violinista Carmelo de Los Santos. Será a primeira apresentação da Orquestra Botucatuense nesse espaço, que reúne mensalmente expoentes da musica clássica brasileira e mundial.
Conforme divulgado pela “Sala São Paulo”, que está comemorando 20 anos, a Orquestra Sinfônica de Botucatu vai apresentar musicas de Angelino de Oliveira, como Saudades de Botucatu, escrita quando Angelino residia em Ribeirão Preto.
“Da musica caipira ao romantismo, a Orquestra ainda tocará o Concerto para Violinos, de Tchaikovsky, com Cármelo de Los Santos, como solista convidado; Rica Herança de José Claudio Lino e Antonio Maria Bechelli e Choros-Parafusando/Rapaziada de Outrora” de Guido Bissacot e Antonio Maria Bechelli, sob regência do maestro Fernando Ortiz de Villate”, informa a Sala São Paulo, que funciona na Praça Julio Prestes, no Campos Elíseos, na região central da Capital.
A apresentação da Orquestra Sinfônica de Botucatu vai reunir composições de Angelino de Oliveira, com arranjo de Franklin Ramos, Tchaikovski (Concerto para Violino em Ré Maior Op 35), José Claudio Lino e obras de Guido Bissacot/Antonio Maria Lunarde Bechelli.

MELHOR ACÚSTICA MUNDIAL

A Sala São Paulo é um espaço destinado a concertos de orquestras Sinfônicas e Câmara, com capacidade de abrigar 1,4 mil espectadores em 22 camarotes e é a sede oficial da Orquestra Sinfônica do Estado, onde recebe músicos e orquestras convidadas. O espaço é considerado o de melhor acústica no mundo e comparada a similares nos Estados Unidos e países Europeus.
Ainda no próximo dia 18 a partir das 18 horas, se apresentará a Orquestra Sinfônica do Estado e São Paulo Companhia de Dança, com a soprano Lina Mendes, Giovanni Tristacci, Tenor e Vinicius Atique, Barítono, com musicas de Stravinsky, Prokofiev, no espetáculo Noite Russa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.